Como resolver o alerta "Site Enganoso à Frente" no Chrome

Veja como identificar, localizar e resolver problemas relacionados à códigos maliciosos.

10/01/2024

Como resolver o alerta "Site Enganoso à Frente" no Chrome

Como resolver o alerta "Site Enganoso à Frente" no Chrome

Introdução

O alerta "Site Enganoso à Frente" no Google Chrome é um aviso crítico de segurança, sinalizando a presença de malware, softwares projetados para danificar sistemas, e phishing, fraudes que visam obter dados pessoais. Esses riscos não apenas comprometem a segurança do site, mas também a segurança dos usuários.

Além do perigo imediato, sites afetados por essas ameaças correm o risco de serem excluídos dos índices de buscadores, perdendo tráfego e credibilidade. Por isso, é imprescindível agir rapidamente para solucionar esses problemas e garantir a proteção efetiva do site e seus visitantes.

Identificando URLs Problemáticas com o Google Search Console

Para identificar URLs afetadas em seu site, siga este guia passo a passo utilizando o Google Search Console:

Acesso ao Google Search Console

  • Faça login no Google Search Console com sua conta do Google.
  • Se o seu site ainda não estiver adicionado, adicione-o e verifique-o no Google Search Console para acessar os relatórios.

Verificando a Propriedade do Seu Site

Para adicionar e verificar a propriedade do seu site no Google Search Console, você pode optar por fazer o upload de um arquivo HTML ou utilizar um registro CNAME:

  • Upload de Arquivo HTML: Baixe o arquivo de verificação fornecido pelo Google e faça o upload para o diretório raiz do seu site. Após o upload, confirme a verificação no Search Console.
  • Registro CNAME: Outra maneira é adicionar um registro CNAME ao DNS do seu site. Esse método é especialmente útil se você tiver acesso ao painel de controle do seu domínio ou puder editar suas configurações de DNS.

Esses métodos ajudam a confirmar que você é o proprietário do site e permitem que você acesse insights valiosos e ferramentas de otimização no Google Search Console.

Encontrando o Relatório de Problemas de Segurança

  • Na página inicial do Search Console, verifique a presença de alertas na visão geral. Um banner de alerta indicará a detecção de problemas de segurança.
  • Navegue até "Security & Manual Actions" no menu lateral e clique em "Security Issues" para ver detalhes dos problemas de segurança identificados pelo Google no seu site.

Análise das URLs Afetadas

  • No relatório "Security Issues", o Google apresentará os tipos de problemas encontrados, como conteúdo hackeado, malware ou engenharia social.
  • Expanda os problemas listados para visualizar detalhes e as URLs afetadas. Estas são as páginas que precisam de sua atenção e correção.
  • Se não houver URLs específicas listadas, será necessário examinar seu site mais detalhadamente para identificar as páginas problemáticas.

Lembre-se: o relatório do Google Search Console é um ponto de partida para identificar problemas de segurança. Em alguns casos, pode ser necessário uma investigação mais aprofundada do site, principalmente se o relatório não apontar URLs específicas. Após identificar as URLs afetadas, o próximo passo é a remoção de malware e conteúdo problemático do site.

Restauração de Backup

Ao enfrentar o aviso "Site Enganoso à Frente" em seu site, uma opção é a restauração de um backup anterior. Este método é útil especialmente se seu site não sofre muitas alterações frequentes e você possui um backup recente e limpo.

Avaliando a Restauração de Backup

Restaurar um backup pode ser uma solução rápida e eficaz, principalmente se o comprometimento do site for recente. Contudo, é crucial avaliar esta opção, pois a restauração pode resultar na perda de conteúdo ou alterações feitas após a data do backup. Esta perda pode ser significativa para sites dinâmicos e em constante atualização.

Processo de Restauração

  • Escolha um Backup Apropriado: Verifique seus backups e selecione um anterior ao problema. Garanta que este backup esteja livre de malware.
  • Execute a Restauração: A restauração pode ser feita por você, se tiver habilidade e acesso, ou pelo seu provedor de hospedagem. Certifique-se de restaurar tanto os arquivos do site quanto o banco de dados.
  • Verifique Após a Restauração: Após restaurar, é importante verificar o site para assegurar que não restaram vestígios de malware. Atualize seus sistemas, incluindo plugins e CMS, para as versões mais recentes.

Conexão com a Correção Direta de Problemas

Embora a restauração de um backup possa remover imediatamente o conteúdo malicioso, isso não resolve a causa raiz do problema. Vulnerabilidades que permitiram o ataque inicial ainda podem estar presentes. Assim, após a restauração, é essencial realizar uma verificação e correção detalhada de quaisquer problemas de segurança. Esta é a fase crucial da "Correção Direta de Problemas", onde serão abordadas ações específicas para identificar e resolver as vulnerabilidades de segurança do seu site.

Correção Direta de Problemas

Se seu site é WordPress, siga nosso tutorial específico sobre como recuperar sites invadidos em WordPress. Para sites que não usam WordPress, os procedimentos a seguir podem ajudá-lo a localizar e remover malware do seu site.

Verificação de Alterações Indevidas nos Arquivos

  • Verifique as Datas de Atualização: Acesse seus arquivos via FTP ou painel de controle da hospedagem para verificar as datas de modificação. Arquivos alterados recentemente podem indicar infecção por malware.
  • Análise de Diretórios de Upload: Procure por arquivos inesperados ou suspeitos em diretórios que deveriam conter apenas tipos específicos de arquivos, como imagens.
  • Revisão de Arquivos .js: Examine os arquivos JavaScript do seu site em busca de códigos suspeitos ou adicionados, comuns em injeções de malware.

Siga as Instruções do Google Search Console

  • URLs Identificadas como Malware: Use o Google Search Console para identificar URLs específicas marcadas como problemáticas e examine os arquivos relacionados.
  • Varredura de Conteúdo Duplicado: Após identificar conteúdo malicioso, utilize ferramentas de busca no servidor para localizar e remover cópias desse conteúdo em outros arquivos.

Use o Sucuri SiteCheck

  • Funcionalidades: O Sucuri SiteCheck é uma ferramenta online para detectar malware e vulnerabilidades. Verifica também o status de blacklisting do seu site em plataformas como Google e McAfee.
  • Como Utilizar: Insira a URL do seu site no Sucuri SiteCheck e clique em "Submit" para uma varredura remota.

Segurança da Área Administrativa

  • Reforce a Segurança de Login: Melhore a segurança das áreas de login com senhas complexas e considere a autenticação de dois fatores.

Verificação de Vulnerabilidades

  • SQL Injection e Outras Falhas: Verifique o código do seu site para possíveis falhas de segurança, como SQL Injection. Veja nosso tutorial sobre como se proteger contra este tipo de ataque.
  • Segurança da Conexão FTP: Altere a senha de FTP por uma mais complexa para evitar acessos não autorizados.

Banco de Dados e Senhas de Acesso

  • Verifique as Senhas de Acesso ao Banco de Dados: Certifique-se de que as credenciais do banco de dados são seguras e complexas.

Atualização de Componentes de Terceiros

  • Scripts e Plugins de Terceiros: Garanta que você está usando as versões mais recentes de todos os scripts e plugins de terceiros.

Procedimento de Limpeza e Recuperação

  • Remova o Malware Identificado: Após a identificação, remova manualmente o malware dos arquivos afetados.
  • Atualize e Fortaleça: Atualize seu sistema e todos os componentes para as versões mais seguras.
  • Teste e Monitoramento: Após a limpeza, teste seu site e monitore continuamente para detectar novas infecções.

Ao seguir estes passos, você estará apto a remover o malware do seu site e a tomar medidas preventivas contra futuras infecções.

Consegui Remover o Malware, Qual o Próximo Passo?

Após a remoção bem-sucedida do malware do seu site, siga estes passos para assegurar que seu site permaneça seguro e para remover o aviso "Site enganoso à frente" do Google:

Faça um Backup Limpo do Seu Site

  • Backup Pós-Limpeza: Com seu site agora limpo, realize um backup completo, incluindo arquivos do site, banco de dados e configurações. Este backup será um ponto de restauração confiável para o futuro.

Solicite ao Google Search Console para Revisar Seu Site

  • Acesse o Google Search Console e selecione seu site.
  • Localize o Relatório de Problemas de Segurança em "Security Issues" no menu lateral.
  • Solicite uma Revisão: Se os problemas de segurança foram corrigidos, clique em "Request a Review". Descreva as ações tomadas para limpar o site e solicite uma nova avaliação pelo Google.
  • Aguarde a Resposta: A revisão do Google pode levar alguns dias. Se o Google verificar que o site está limpo, o aviso será removido.

Verificações Periódicas e Manutenção Contínua

  • Faça verificações regulares de segurança para assegurar que tudo está funcionando corretamente e que não há novos sinais de infecção.
  • Mantenha seu CMS, plugins, temas e quaisquer outros scripts atualizados. As atualizações normalmente incluem correções de segurança importantes.

Outras Medidas de Segurança

  • Fortaleça as Senhas: Use senhas fortes e únicas, especialmente para FTP e áreas administrativas do site.
  • Use HTTPS: Se ainda não estiver em uso, configure o HTTPS para criptografar as comunicações entre o site e os visitantes.

O Problema Ainda Persiste, O Que Fazer?

Caso as tentativas anteriores de limpar o seu site do malware e remover o aviso "Site Enganoso à Frente" não tenham sido bem-sucedidas, considere as seguintes medidas adicionais:

Busque Ajuda Especializada

  • Consulte um Profissional: Se o problema persistir, considere buscar ajuda de um especialista em segurança da web. Profissionais experientes têm as ferramentas e o conhecimento necessário para identificar e resolver problemas complexos.
  • Serviços de Limpeza de Malware: Empresas especializadas em limpeza e recuperação de sites infectados podem oferecer assistência detalhada e eficaz.

Considere Verificar Backups Ainda Mais Antigos

  • Backups Históricos: Se você tem backups de períodos anteriores à primeira detecção do malware, considere restaurar uma dessas versões mais antigas do seu site, após verificar cuidadosamente a ausência de malware.
  • Atualize Após Restauração: Após a restauração de um backup mais antigo, atualize todos os componentes e reforce a segurança para prevenir reinfecções.

Crie um Novo Site

  • Reconstrução do Site: Em situações extremas, reconstruir seu site do zero pode ser a melhor opção, especialmente se as infecções forem recorrentes e difíceis de erradicar.
  • Reutilização Cuidadosa do Conteúdo: Seja cuidadoso ao transferir conteúdo do site antigo para o novo, evitando a transferência inadvertida de códigos maliciosos.
  • Fortaleça a Segurança no Novo Site: Implemente as melhores práticas de segurança desde o início no novo site, incluindo o uso de senhas fortes e a atualização regular de sistemas e componentes.

Estas etapas adicionais podem ser necessárias quando os métodos convencionais de limpeza de malware não são suficientes. Em todos os casos, a segurança do site deve ser uma prioridade máxima para proteger tanto a sua presença online quanto os seus visitantes.

Conclusão

Ao finalizar este tutorial, é crucial enfatizar a importância de uma boa hospedagem para a segurança do seu site. Escolher uma hospedagem confiável, como a MCO2, é fundamental. Com backups regulares, segurança robusta nos servidores e suporte técnico eficiente, a MCO2 oferece a proteção e estabilidade que seu site precisa.

Domínios hospedados
Clientes satisfeitos